18/06/2018

Tosta de pimentos grelhados e requeijão | receita biológica


Esta receita é uma ode ao verão.
Não só tem as cores com que mais o gostamos de ver, como nos transporta para os sabores típicos dos santos populares, das jantaradas noite fora, dos petiscos leves... e sempre saudáveis.
(vou manter esta onda até ao final do verão, preparem-se)

Costumo fazer esta receita muitas vezes, mas nunca tinha juntado bacalhau em conserva que lhe eleva o estatuto de entrada/petisco a refeição ligeira. Este da La Gondola é conservado em azeite e alho, pelo que não precisa de qualquer tempero adicional. É o melhor que experimentei até agora.

Esta é a última receita da minha longa parceria com o El Corte Inglés - a quem agradeço profundamente o voto de confiança - e, modéstia à parte, parece-me que fechamos com chave de ouro.

Quem não está com água na boca?






INGREDIENTES
[7/8 tostas]

1 pão alentejano, fatiado (ou broa de milho)
Azeite biológico Romeu, q.b.
1 dente de alho biológico
2 pimentos vermelhos, em tiras finas
1 pimento verde, em tiras finas
Flor de sal e pimenta preta q.b.
1 embalagem de requeijão de vaca e ovelha
2 latas de bacalhau em conserva biológico La Gondola
Outros queijos (para acompanhar a tábua)


PREPARAÇÃO

  1. Pincelamos as fatias de pão com azeite e grelhamos de ambos os lados, marcando bem o pão;
  2. À parte, numa frigideira antiaderente com azeite e alho picado, salteamos os pimentos em lume médio-alto. Temperamos com flor de sal e pimenta preta moída;
  3. Barramos requeijão generosamente sobre o pão torrado e sobrepomos os pimentos grelhados e o bacalhau em lascas. Rectificamos temperos com flor de sal e pimenta e servimos de imediato numa bonita tábua de madeira.

Post escrito em parceria com o espaço Bio & Natural dos supermercados El Corte Inglés.


Sigam-nos também no
Facebook sweetbigas
Instagram @anachaves



28/05/2018

Sangria incrível (com vinho branco biológico)


Agora que os dias quentes deram finalmente à costa, podemos aproveitar o que de melhor isso traz. Sinónimo: jantaradas com amigos, um copo de vinho fresco, petiscos, sangria, you name it. Pessoalmente, que não sou a maior fã de vinho, a sangria é uma opção vencedora, não só porque se prepara num ápice (dois minutos, literalmente!) como por lhe conseguirmos atribuir exatamente o sabor que gostamos. Simples não é? Tragam as vossas frutas preferidas e dêem asas à imaginação.

À nossa.





INGREDIENTES
[1 jarro]

1 garrafa de vinho branco biológico Beyra
3 alperces laminados
10 framboesas biológicas
1 mão (pequena) de mirtilos biológicos (usei congelados)
2 paus de canela
2 hastes de hortelã fresca
1 lata de Whole Earth Lemonade biológica
Cubos de gelo, a gosto

PREPARAÇÃO
Colocamos o vinho num jarro. Adicionamos a fruta, os paus de canela, a hortelã, a limonada gaseificada e, por fim, o gelo. Mexemos. (Se acharem necessário, adicionamos uma colher de sopa de açúcar amarelo - eu não senti falta).

Servimos de imediato, bem fresca.

Post escrito em parceria com o espaço Bio & Natural dos supermercados El Corte Inglés.


29/04/2018

Bombons de coco e chocolate só com 4 ingredientes

God Morgon!
Escrevo-vos de Estocolmo e trago mais uma receita biológica. Esta semana até parecia mal se assim não fosse.
É a primeira vez que estou num país nórdico e, apesar de se constatar tudo aquilo que já sabemos sobre o nível de desenvolvimento do Norte da Europa - a sério, é bom pensar que a igualdade de género, salarial, o apoio à natalidade, as infra-estruturas, a saúde e a educação podem ser mesmo de excelência -, há coisas que surpreendem. Uma delas é, obviamente, a alimentação. Não estou a mentir se disser que os ingredientes dos pequenos-almoços dos dois hotéis onde já estive são entre 70-80% biológicos. Os ovos, os iogurtes, os cereais, os cafés e os chás são sempre biológicos.
E nos supermercados e cafés não são mais caros que os não-orgânicos!
 Lembro-me de uma vez ter lido, a propósito da Dinamarca poder vir a ser o primeiro país com agricultura exclusivamente biológica, que Portugal estaria com um atraso de 20-25 anos. É um bocadinho assustador pensar que vou continuar mais de metade da minha vida a ter tangerinas e morangos a saber a químicos. Adiante.
Outra coisa que achei deliciosa em Estocolmo foi um bombom com base de chocolate e café, o chokladbollar. Mais uma vez, é difícil encontrar uma versão que não seja bio. A receita de hoje é inspired by. Espero que gostem. Acompanhem-me no Instagram onde há muitas fotografias desta viagem. :)




INGREDIENTES
[15 bombons]

150 de coco ralado
120 ml de leite de coco biológico, Origens
150 g de chocolate negro 70% biológico
2 colheres de sopa (cheias) de mel de rosmaninho, Santa Maria

Lascas de coco desidratado biológico, Desidrata (facultativo)

PREPARAÇÃO
  1. Numa taça, colocamos os ingredientes pela ordem indicada (excepto os flocos de coco), mexendo entre cada adição.
  2. Formamos pequenos bombons entre as mãos e colocamos no congelador por cerca de 30 minutos a 1 hora.
  3. Derretemos o chocolate em banho-maria. [Se necessário, juntamos um pouco de leite de coco para ajudar a derreter]. Passamos cada bombom pelo chocolate derretido e colocamos num tabuleiro, sobre papel vegetal. Repetimos o processo até todos os bombons estarem cobertos por chocolate.
  4. Polvilhamos com coco ralado e lascas de coco e levamos ao frio até servir.
Post escrito em parceria com o espaço Bio & Natural dos supermercados El Corte Inglés.


© SWEET BIGAS. All rights reserved.