13/01/2016

Pão de centeio "super-rápido, super fácil"




Quem o diz é Jamie Oliver no seu novo livro, e é bem verdade. Um pão que não precisa de levedar nem de ser amassado exaustivamente? Tinha mesmo que partilhar convosco esta descoberta, ideal para o pequeno-almoço. 

A receita foi ligeiramente adaptada uma vez que reduzi a quantidade farinha e acrescentei as sementes de girassol e papoila que a versão original não contempla. A ideia de trincar aqueles pedacinhos é irresistível.
E no dia seguinte, continua impecável  – se lá chegar, claro.





INGREDIENTES
[receita ligeiramente adaptada do livro "Everyday Superfood", de Jamie Oliver]

230 g de farinha integral Nacional
100 g de farinha de centeio
20 g de sementes de girassol
1 colher de sopa (rasa) de sementes de papoila
50 g de flocos de aveia finos
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá (rasa) de sal marinho fino
1 ovo (L ou XL)
300 ml de leite magro com 1 colher de sopa de sumo de limão ou 300 ml de iogurte natural (sem açúcar)

PREPARAÇÃO
  1. Pré-aquecemos o forno a 190º C.
  2. Começamos por preparar o leitelho: num copo medidor juntamos o leite e o sumo de limão e deixamos descansar por cinco minutos. Caso usem iogurte magro, ignorem este passo.
  3. Numa taça grande misturamos bem as duas farinhas, as sementes de girassol e papoila, os flocos de aveia, o bicarbonato e o sal.
  4. Numa tigela batemos o ovo com o leitelho (ou com o iogurte) e juntamos à taça. Envolvemos bem com um garfo e, quando a massa começar a ficar ligada, amassamos com as mãos polvilhadas com farinha até obter uma textura homogénea.
  5. Moldamos a massa numa bola grande e colocamo-la num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha integral. Achatamos com as mãos ou com as costas de uma colher até ficar com uma altura de cerca de 3 cm.
  6. Com uma faca fazemos uma cruz ou estrela no topo com cerca de 0,5 cm de profundidade e cozemos no forno durante 35 a 40 minutos, até o pão apresentar uma crosta firme e soar a oco quando lhe batermos por baixo.
  7. Transferimos o pão para uma grelha de arrefecimento e servimos ainda morno.


O Sweet Bigas também está no




9 comentários

  1. ola Ana
    descobri agora o teu blogue e gostei muito da apresentação :)
    ja apontei algumas receitas ... a ver se em breve as ponho em prática!
    beijinhos
    Carla
    cromasdacozinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Carla
      Sê muito bem-vinda! Quando experimentares, logo nos contas como correu :)
      Um beijinho

      Eliminar
  2. Muitos parabéns pelo seu blogue tem coisas fantásticas, cheguei aqui pelo pão mas vou continuar a seguir o seu blogue. Pena que não tenha no seu blogue a opção de seguir por email. beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora já tem, Cláudia! Está ali na sidebar a opção "seguir por e-mail".

      Quanto ao pão, sem dúvida que ele merece o seu tempo e carinho. E agora vem o fim-de-semana (frio e chuvoso), propício a este tipo de iniciativas :)

      Um beijinho

      Eliminar
    2. Olá bom dia, já tinha deixado esta sugestão num outro post e já me tinha inscrito. De qualquer das formas, obrigada. Essa shar-pei é linda...é a raça que mais gosto, por essas rugas, infelizmente não tenho condições para um. Um beijinho para si e uma festa enorma para a Bigas. Bom fim de semana

      Eliminar
  3. Olá Ana,
    É possível adaptar a receita tornando-a vegan? Ou seja, substituir o ovo por (quantos?) ovo de linhaça?
    Obrigada :)
    Filipa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Filipa!
      Não faço ideia (nunca usei ovo de linhaça!). Pode ser que até resulte sem o ovo, mas não te posso garantir.

      Eu tenho outras receitas de pão que só envolvem água, farinha, sal e fermento - mas tem que levedar uma a duas horas e de ser amassado alguns minutos. A magia deste é não precisar de nada.
      Mas se segues uma dieta vegan, e se quiseres, posso partilhar outras receitas contigo que resultam bem.

      Um beijinho

      Eliminar
    2. Ana,
      Desculpa a resposta tardia... ainda não experimentei o pão, mas vou testá-lo brevemente sem ovo e fazendo o que dizes. Já fiz um outro antes mas de facto não deixei levedar e amassei pouco, pelo que acho que a textura não ficou a desejável talvez por isso mesmo.

      Terás outra(s) receita(s) vegan que me possas sugerir?
      Muito obrigada e... um bom ano!!
      Beijinhos,
      Filipa

      Eliminar
  4. Pode ser feito na maquina do pão? Obrigadam

    ResponderEliminar

© SWEET BIGAS. All rights reserved.